evão do caminhão

nos momentos cruciais... estacione seus neurônios e acelere seus hormônios

terça-feira, outubro 07, 2008

PAPAGAIO FOI PRO MATO COM A ARARA DA VIZINHA

Há 27 anos convivemos com o loro da minha véia vó. Esse é o tempo dele com a gente, a idade correta ninguém sabe.

Uns meses atrás denunciaram a presença dele na casa da nona e foi um corre-corre judicial porque na época em que ela o ganhou não tinha a lei que proibia tal feito.

Pior é que ele nem era dos mais faladores, só dizia VÓOOOOOOOO VÓOOOOOO, imitando a gente.

Desde que Dona Ema perdeu marido e cachorro, esse era seu grande companheiro. Até a juíza (dia 29 de setembro último) se compadeceu e deu a ela o direito de ficar com o bichim tranquilamente.

Acontece que ontem, não sei se ele percebeu essa bagunça toda, se foi envenenado ou se tava velho mesmo... só sei que ele morreu.

Achei triste o fim, porém o consolo é que ele continuará entre nós, enterrado no tão querido jardim da casa da vó.

Fica aqui minha homenagem àquele que tão bem nos ensinou a "dancinha do loro".

1 Comments:

  • At 10:52 AM, Blogger Craudio said…

    Coitada da Ema. Mas ainda acho que é macumba de alguém. Só que nego esquece que tem a lei do retorno.

    Viva a dancinha do loro!

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home