evão do caminhão

nos momentos cruciais... estacione seus neurônios e acelere seus hormônios

sexta-feira, maio 29, 2009

EU DESCARTAVA OS DIAS EM QUE NÃO TE VI. RODAVA AS HORAS PRA TRÁS


Um dia, ele me deu um livrinho contando nossa história. Hoje, nesta homenagem de 4 anos com El Chino, trechos de 4 livros que li neste período e que me fizeram lembrar do meu neguinho...


GABRIEL GARCÍA MÁRQUEZ - 12 Contos Peregrinos

* Ele custava a crer que o tempo pudesse ter feito semelhantes estragos não apenas em sua vida, mas no mundo.
* Era uma máquina de pensar argumentos. Saltavam aos borbotões, quase contra a sua vontade.
* Uma pele da cor do pão, olhos de amêndoas e tinha o cabelo liso e negro e longo até as costas.
* Sua voz grave e morna assastava uma tristeza oriental.
* A essência do prazer era vê-lo dormir.
* Movia-se através das pessoas com um interesse infantil pelo mecanismo interno de cada coisa, pois o mundo parecia um imenso brinquedo de corda com o qual inventava a vida.
* Braço de urso-polar adestrado na arte de matar por descuido.
* O prontuário do intruso acabou de liquidá-lo: 22 anos, filho de ricos, decorador de vitrine de moda, com uma fama fácil de bissexual e consolador de mulheres.
* Continuou a jantar com ela e fazer um lânguido amor de sobremesa.
* Nenhum dos dois tinha se atrevido a mudar os encantos do hábito.
* Uma vocação de desordem que alegrava a vida.
* Tinha as mandíbulas de ferro dos valentões tímidos.
* Baixou a cueca de leopardo e mostrou-lhe seu respeitável animal erguido.
* Macho não come doce.
* Haviam progredido tanto no amor que o mundo já não era suficiente para outra coisa, tratando de inventá-lo outra vez cada vez que faziam.

MARQUÊS DE SADE - Os Crimes do Amor

* Não existe amor que resista aos efeitos de uma sã reflexão. Oh, como é falsa essa embriaguez que coloca-nos num tal estado que nos impede de enxergar, que nos impede de existir senão para esse objeto loucamente adorado.
* A presença do objeto é que conta. Presença e presente; é o momento que lhe interessa, o movimento, a repetição do gozo.
* Encontro pela vida milhões de corpos; desses milhões posso desejar centenas; mas dessas centenas posso amar apenas um.
* O amor, assim como a religião são fraquezas humanas.
* Concluo que aquele é um homem ao mesmo tempo muito prudente e muito louco.

MARÇAL AQUINO - O Invasor

* Voltava para casa alardeando sua impaciência a buzinadas.
* Há certos defuntos que, por razões que ignoramos, não se decompõem. E não havendo mau cheiro que incomode os vizinhos, não há necessidade de chamar o IML.
* Argumentava sempre. Parecia um pai, à beira de um campo de futebol, explicando ao filho com perna mecânica por que ele não podia jogar bola com os outros garotos.
* Dormia sempre com um jeito sereno, relaxado. Em paz com o mundo.
* O rapaz tinha os cabelos longos e vestia apenas uma bermuda folgada de surfista.
* Sentia uma calma estranha, um embotamento dos sentidos.

ISABEL ALLENDE - Inés de minha alma

* Aceitei suas ordens como a esposa submissa que nunca fui.
* Era muito hábil com as mãos.
* Tinha o pensamento ofuscado e o corpo em brasas, como me acontece sempre com o amor.
* Ele tinha a habilidade extraordinária, que nunca encontrei em outro homem, de me fazer feliz em qualquer postura e em poucos minutos. Meu prazer lhe importava mais que o seu.
* É verdade que me traiu e foi covarde comigo, mas até os homens mais íntegros e valentes costumam falhar com as mulheres.
* O desejo era um abismo terrível que se abria a meus pés e me convidava a dar um salto e me perder em suas profundezas.
* Como nos abraçamos tão cedo? Quem esticou a mão primeiro? Quem buscou os lábios do outro para o beijo?
* Poucos homens sabem satisfazer uma mulher e menos ainda são os que estão interessados em fazê-lo.
* Desmoronávamos juntos, ficávamos com pernas e braços enlaçados, exaustos, banhados no mesmo suor, falando em sussurros. Logo renascia o desejo com mais intensidade entre os lençóis molhados; o cheiro de homem, o cheiro de mulher, perfume de ambos, único e inesquecível, hálito de selva, caldo espesso. Aprendemos a nos elevar ao céu e a gemer juntos, feridos pelo mesmo látego, que nos surpreendia à beira da morte e por último nos mergulhava numa letargia profunda.
* No começo, mais que amor foi uma paixão cega, desatada, que por sorte ele compartilhava, de outro modo eu teria perdido o juízo. Mais tarde, quando fomos superando os obstáculos do destino, a paixão deu lugar ao amor. Admirava-o tanto quanto o desejava, sucumbi por completo frente a sua energia, me seduziram sua coragem e seu idealismo.
* Costumávamos discutir, porque nenhum de nós tinha temperamento manso, mas isso não conseguiu nos separar.
* De agora em diante você tem as costas cobertas por mim, de modo que pode ser concentrar em suas batalhas de frente.
* Seus olhos castanhos podiam ver até o que não existia.
* Era cabeçudo e sabia muito bem o que queria, ninguém podia fazê-lo mudar de rumo com artes de magia ou de cortesã, apenas com argumentos da razão.
* Ficamos abraçados, com a alma por um fio, sussurrando explicações, perdoando-nos.
* Tinha a rara virtude de inspirar confiança em todo mundo.
* Apenas me acariciou com aquela ternura distraída que algumas vezes empregava comigo.
* Tenho saudade de suas mãos, seu cheiro, suas costas largas, seu cabelo suave na nuca, o toque de sua barba, o sopro de sua respiração em minhas orelhas quando estávamos juntos na escuridão.
* Se retirou do meu lado, deixando a marca de seu braço sobre mim e seu cheiro no travesseiro.
* Estava cansado de mim? Talvez, mas não suspeitei então; me sentia segura de seu amor, que para mim era tão natural como a água da chuva.
* Nessa noite começou verdadeiramente nosso amor, o que fizemos antes foi treinamento...

Marcadores: ,

4 Comments:

  • At 6:24 AM, Blogger Mimi Genoino said…

    Lindo, lindo, lindo... minha Evelyn, tão romântica como nunca!

    Saudades! E precisando de colo!

     
  • At 11:09 AM, Blogger Claudio Yida Jr said…

    Você não precisava me fazer chorar no serviço... Heheeehe, precisava sim.

    Namorico!

    Amo tu!

     
  • At 4:24 PM, Blogger Taís said…

    adorei! e me fez feliz.
    olha q nem li ainda os posts antigos, rs.
    beijo

     
  • At 11:27 PM, Blogger Nando Champss said…

    Mulherzinha!

    Cada dia vc me surpreende mais!
    Amosnamoricostudo!

    bj

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home