evão do caminhão

nos momentos cruciais... estacione seus neurônios e acelere seus hormônios

sábado, outubro 02, 2010

TRÊS CORES VIBRANDO, PULSANDO DENTRO DO MEU CORAÇÃO

No aniversário de 50 anos do Morumbi eu queria mesmo era ir ao estádio, acompanhar um belíssimo jogo, em um horário decente e com excelente companhia.

Mas o time tá tosco, vai jogar às 21:00 e láaaaaaaaaaaaaa longe. Então como forma de homenagear o aniversariante fui ao cinema assistir SOBERANO. Não é um primor de filme, porém me emocionei um bocado, sentindo um saudosismo por coisas que não presenciei in loco, mas senti falta da antiga luta tricolor. A força dos jogadores que apereceram na telona não passaram nem perto do time que 'não entrou em campo' sábado passado no Morumbi.




No filme, os depoimentos mais emocionantes mostram torcedores tricolores desde o berço. O próprio filme é oferecido "aos pais" dos cineastas.

Eu não nasci são paulina. Eu ESCOLHI ser tricolor. Pai corintiano, mãe palmeirense. Incontáveis vezes escrevi aqui que nunca recebi incentivo futebolístico na família quando era pequena. Não das antigas gerações ao menos. Aqui as coisas funcionaram invertidas.

Virei são paulina por influência de um primo que eu venerava e era tricolor pq seu pai português era um 'pó de arroz' fanático. E muito por causa do irmão caçulinha que era o que mais agitava todo mundo pra ir ao estádio.

E hoje fui na primeira sessão do cinema e só havia 4 pessoas. Um pai levando o filho e eu levando a mãe. Kkkkkkkkkkkk sim, eu disse que aqui era ao contrário, os filhos ficaram tão alucinados por futebol que a mãe não resistiu e virou bandeirinha. Eu e o cara choramos pencas e a falta de pessoas foi ótima porque consegui ficar em pé algumas vezes, pois apesar de saber o resultado ainda torci em certas jogadas, e obviamente isso não dá pra fazer sentada. Hahahahhahahaaha

Mas eu realmente tenho memória zero. Não guardo nome e fisionomia de jogadores, não lembro datas, lugares, e muito menos placares. Tudo bem, isso é conhecimento factual, é só jogar no google. O que carrego comigo são dedos das mãos sem a ponta perfeita de tão roídos, gastrite nervosa frequente, músicas e gritos gravados nos tímpanos e incontáveis lágrimas derramadas nessa curta existência em preto, vermelho e branco.

Ir ao Morumbi sempre foi uma batalha. Distância, parar o carro, atravessar a Saad à pé, juntar os trutas, comprar ingresso... mas sempre momentos incríveis. Fico tão hipnotizada que já fui até assaltada... maluco conseguiu tirar coisa de dentro da bolsa em baixo da blusa, mas eu gritava tanto o gol que nem percebi (ladrão honesto, só pegou a grana do bonga e devolveu os documentos).

Agora vamos à algumas lembranças morumbescas:

  • jogos com a família toda
  • jogos sozinha fazendo 'conhecidências' com outros tantos tricolores sozinhos na multidão
  • jogos com um truta tricolor... gaúcho, mas que tinha cadeira cativa e facilitava minha idas de última hora
  • jogos com o irmão pequenim que sempre reacendem minha alegria em torcer
  • jogos com Fofis e Sil... orgulho quando a sil quis comemorar o aniversário no estádio!
  • jogos com o japa e valiosas caronas
  • amigos chilenos que levo até hoje (um salve para La U de Chile!)
  • pênaltis que nunca vi
  • a derrota na libertadores que o palhinha perdeu e toda a multidão saiu de cabeça baixa
...

Enfim, quero mesmo de volta jogadores não mercenários, que honrem o escudo são paulino, técnicos que sintam o orgulho tricolor pulsando nas veias e batam no braço levantando a massa novamente.

Vamo São Paulo, bora celebrar o aniversário com uma vitória, ainda que longe de casa!

Marcadores: , , ,

1 Comments:

  • At 10:37 AM, Anonymous Fofis said…

    Fiquei emocionada com o texto! Quero muito ver o filme, mas já competitivo do seu saudosismo. Vamos Tricolor! Precisamos mudar! Beijos Fofis

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home